Associados da AFPESP têm acesso a exames e telemedicina de qualidade com preços reduzidos

Usuários do app alcançam até 80% de economia nos exames laboratoriais

Uma parceria entre a Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo (AFPESP) e o DrApp, plataforma de marcação de consultas e exames, está democratizando o acesso à saúde não só dos associados e funcionários, como também de suas famílias.

O aplicativo conecta pacientes/associados a médicos da Associação Paulista de Medicina (APM) em consultas presenciais e digitais, feitas pelo computador ou celular. Os laboratórios, que também incluem o Grupo Fleury, com sua rede a+ Medicina Diagnóstica, também estão na base de atendimento do aplicativo e oferecem uma redução de valores que chega a 80%.

Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus e o período de distanciamento social, o DrApp possibilita o acesso às teleconsultas, por meio de uma plataforma exclusiva que garante segurança e credibilidade na operação. Para os associados que estão fora do estado de São Paulo, a modalidade de atendimento virtual também viabiliza o acesso à plataforma.

“Em franca expansão de sua rede de acesso digital a médicos, clínicas e laboratórios, o DrApp já cobre as principais regiões do estado de São Paulo. Atentos à situação de isolamento social, estamos muito focados no atendimento via teleconsultas pelo computador ou celular”, afirma José Maria Alves de Almeida Prado, presidente fundador do DrApp.

Já podem ser agendadas consultas por celular em 55 especialidades, com 3.428 médicos distribuídos por 108 municípios do estado de São Paulo. Entre eles, toda a Grande SP, Campinas, Ribeirão Preto, Sorocaba, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Santos e Guarujá. Além dos médicos, já são 190 unidades laboratoriais que oferecem mais de 2 mil tipos de exames em 68 das principais cidades do Estado.

De acordo com o pneumologista e presidente da AFPESP,Álvaro Gradim, “ao assumir a Presidência da associação, sempre coloquei como meta oferecer o melhor em termos de assistência médica, principalmente ao servidor público. O interesse pelo DrApp surgiu por suas características: não é um plano de saúde, mas oferece, a partir da parceria com a APM, um leque de profissionais reconhecidos em cada especialidade.”

“Como médico, avalio que essa parceria é extremamente útil. Nós sabemos que 70% a 80% das consultas não chegam à internação hospitalar. Haja vista a atual situação da Covid-19, acredito que devemos fazer tudo o que for possível, de imediato, para evitar a evolução das doenças e impedir a internação”, conclui o Dr. Álvaro Gradim.

Para saber mais, acesse: https://afpesp.drapp.com.br/.