Institucional

Sobre a AFPESP

A Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo, a AFPESP, destaca-se como a maior instituição associativa da América Latina, com 239 mil associados servidores públicos civis municipais, estaduais e federais do território paulista.

A entidade dispõe de ampla infraestrutura oferecendo o melhor atendimento aos seus associados, em sua Sede Social e nas 19 Unidades Regionais localizadas nos principais polos da Grande São Paulo, interior e litoral do estado paulista.

Sempre zelando e respeitando pelo que enuncia seu estatuto, os serviços são voltados para a promoção da qualidade de vida de seus associados nas áreas de esporte, lazer, recreação, cultura, saúde e educação.

As 22 Unidades de Lazer, a Unidade Capital e o Clube de Vinhedo, são destaques de entretenimento e lazer nas tradicionais cidades turísticas litorâneas, rurais e urbanas de São Paulo e Minas Gerais.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE
POLÍTICA DA QUALIDADE


MISSÃO

Defender os interesses dos servidores públicos associados, promovendo ações de atendimento nas áreas de esporte, lazer, recreação, cultura, saúde e educação, visando a qualidade de vida dos associados, atuando de forma integrada e harmônica para o alcance dos seus objetivos.


PRINCÍPIOS

  • Padrão de Qualidade
  • Ética
  • Comprometimento com Resultados
  • Compromisso com a Sociedade
  • Fortalecimento da Segurança da Instituição
  • Transparência da Gestão


Nossa História

A Associação muda-se para o Edifício Martinelli e logo depois para a Rua José Bonifácio, permanecendo em ambos os locais por curto período. Apresenta ao Poder Público o anteprojeto de Estatuto do Funcionário Público que define os direitos e os deveres dos Funcionários Públicos. Seus termos eram muito semelhantes aos que vigoram atualmente. O jornal bimestral "O Funcionário" passa a ser editado. Em setembro de 1934, a Associação inaugurou as instalações da "Colônia de Férias do Guarujá".

 
 

1931 - 1934

Victor José de Carvalho

A Associação instala-se em prédio locado na Rua Senador Feijó. No ano seguinte, inaugura a primeira sucursal na cidade de Santos e consegue a cessão de área no Guarujá, onde constrói a primeira UL de Férias. A luta pelo Estatuto do Funcionário Público iniciou em sua gestão e prolongou-se até a edição do primeiro texto, em 1947. Lançou a ideia de trazer para São Paulo os despojos do Padre Anchieta, fundador da cidade, atualmente eles se encontram na capela do Pátio do Colégio.

1931 - 1934

 

1935 - 1939

Pedro Theodoro da Cunha

A Associação muda-se para o Edifício Martinelli e logo depois para a Rua José Bonifácio, permanecendo em ambos os locais por curto período. Apresenta ao Poder Público o anteprojeto de Estatuto do Funcionário Público que define os direitos e os deveres dos Funcionários Públicos. Seus termos eram muito semelhantes aos que vigoram atualmente. O jornal bimestral "O Funcionário" passa a ser editado. Em setembro de 1934, a Associação inaugurou as instalações da "Colônia de Férias do Guarujá".

 

1940 - 1943

José Bento de Mello Monteiro

Cria a Diretoria de Educação e Cultura. Funda a Escola Normal "Manoel da Nóbrega", instituição posteriormente transferida para os professores. Jornalista, por profissão, cuida da edição do "Boletim AFPESP" que, mesmo com alguns intervalos, é veículo de comunicação até 1950.

1940 - 1943

 

1944 - 1947

Antonio de Azevedo Marques

Eleito pelo Conselho Superior, antigo Conselho Deliberativo, ocupou o cargo durante curto espaço de tempo, sucedido por Administração Provisória que assumiu o comando até 1947, quando a Assembleia Geral declarou vagos os cargos da Diretoria, marcando novas eleições para o biênio 1948-49. Em sua gestão, a Associação passa a administrar a "Colônia de Férias do Guarujá", até então sob-regime de concessão.

 

1948 - 1949

Silvano Wendel

Eleito Vice-Presidente na chapa encabeçada por José Araújo Luso Júnior, Silvano Wendel assumiu a Presidência quando o Titular afastou-se do cargo para viabilizar sua candidatura ao mandato que teria início em janeiro de 1950. A Associação realiza profundos estudos com vistas ao novo anteprojeto de Estatuto do Funcionário Público. O texto é apresentado aos Poderes Executivo e Legislativo, dando origem à Tabela Única de Vencimentos.

1948 - 1949

 

1950 - 1979

José de Araújo Luso Júnior

Eleito em janeiro de 1950, José de Araújo Luso Júnior, manteve-se na presidência até 1979, período de fundamental importância para o desenvolvimento da Associação. Em 05 de novembro de 1951, a AFPESP alcança o êxito de adquirir a 1ª sede própria: o 16º andar do Edifício CBI, na Rua Formosa, ali permanecendo até 05 de novembro de 1975.

 

1979 - 1998

Wilson Ribeiro

De março de 1979 a junho de 1998, a Associação esteve sob seu comando. Em 1981, lança a pedra fundamental do prédio que viria sediar a nova "Colônia de Férias do Guarujá", entregando parte do prédio aos associados em 1991, para fazer a entrega definitiva em 1998. São inaugurados em seu mandato a nova Delegacia de Santos (1981), a Delegacia de Bauru (1992), o Escritório de Representação de Marília (1993), a Delegacia Regional de Sorocaba (1995) e o Escritório de São José do Rio Preto (1997).

1979 - 1998

 

1998 - 2000

Nicolau Antonio Torloni

O Professor Nicolau Antonio Torloni assume o mandato em 04 de junho de 1998, exercendo-o até 2000. Durante seu mandato, são inauguradas as Unidades Regionais de São Carlos, Sorocaba, Piracicaba, Guarulhos, São Bernardo do Campo e Peruíbe. Também entram em funcionamento a Unidade de Lazer Areado e a Farmácia, situada no saguão da Sede.

 

2000 - 2006

Antonio Tuccilio

No sexênio de 2001 a 2006, a AFPESP foi presidida por Antonio Tuccilio, Bacharel em Ciências Econômicas, Contábeis e Atuariais pela PUC-SP, com vasta experiência no campo de Orçamento Público, aposentado no cargo de Diretor Técnico de Departamento Nível II, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, onde também foi Assessor Especial Legislativo. Foi a primeira candidatura de uma chapa alternativa.

2000 - 2006

 

2007 - 2012

Antonio Luiz Ribeiro Machado

A partir de 2007, o desembargador aposentado, Antonio Luiz Ribeiro Machado, presidiu a AFPESP. Na administração da entidade, investiu em programas de modernização, muitos deles implantados nas áreas de controle financeiro, gestão de pessoas e tecnologia da informação. Seu mandato foi marcado pela expansão dos serviços associativos no interior, com as inaugurações das novas Unidades Regionais em Bragança Paulista, Piracicaba e Botucatu além das Unidades de Lazer de São Pedro, Termas de Ibirá e Itanhaém, esta última voltada aos associados que queiram curtir momentos agradáveis no Litoral sul.

 

2013 – 2018

Antônio Carlos Duarte Moreira

Responsável por uma nova era tecnológica, lançou o sistema online FlexReserva, democratizando o acesso entre todos os associados. Com visão mercadológica e empreendedora, o advogado e jornalista priorizou não somente a aquisição de novos e belos empreendimentos, mas também a melhoria dos existentes, tudo com um objetivo de proporcionar mais oportunidades e melhores experiências aos associados. A concretização da compra da Unidade Capital foi uma das grandes e inúmeras inovações desta gestão.

2013 – 2018

 

2019 - 2021

Álvaro Gradim

Durante o triênio de 2019 a 2021, a AFPESP foi liderada pelo médico pneumologista Álvaro Gradim. Formado pela Universidade Federal de Uberlândia (MG), ingressou no funcionalismo público da década de 1970. Em sua gestão na AFPESP, priorizou a modernização dos processos por meio da tecnologia e da preservação do patrimônio dos associados, proporcionando inúmeras melhorias, como a implementação e atualização, em sua fase final, do Sistema de Gestão Empresarial ERP (nomenclatura em inglês para Enterprise Resource Planning) que envolve a sede administrativa e todas as unidades regionais e de lazer; além do lançamento do aplicativo AFPESP Digital para os associados. No decorrer do triênio foram entregues as Unidades Regionais de Taubaté, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Guarulhos e Bragança Paulista e as Unidades de Lazer AFPESP Peruíbe I e II, Amparo e São Lourenço.
Além disso, a Unidade de Lazer AFPESP Fazenda de Ibirá foi reinaugurada após reestruturações, concretizando mais um marco para a história da entidade.